Na Mira do Atirador

Na Mira do AtiradorCrítica – Na Mira do Atirador

No Iraque, dois soldados americanos se veem encurralados por um atirador letal, com apenas uma parede instável entre eles.

Sinal dos tempos. A Netflix tem lançado muito conteúdo original, mas não é o único novo ”estúdio alternativo”. A Amazon (que, não podemos nos esquecer, estava na produção de Manchester À Beira-Mar, que chegou a concorrer ao Oscar) também quer se firmar como produtora de conteúdo, e agora apresenta seu novo longa metragem.

Apesar de trazer um diretor (Doug Liman) e um protagonista (Aaron Taylor-Johnson) com um certo star power, Na Mira do Assassino (The Wall, no original) é uma produção bem pequena. São apenas três atores, sendo que um (John Cena) aparece pouco, e o outro, Laith Nakli, nem aparece, só ouvimos a sua voz. E tudo se passa no mesmo cenário. Não sei se o filme é uma peça de teatro filmada, mas funcionaria nos palcos. A Amazon foi esperta: Na Mira do Assassino pode ter cara de superprodução, mas deve ter sido um filme bem barato.

O ritmo é um pouco lento, mas como o filme é curtinho (88 minutos), tudo flui mais fácil. Além disso, Aaron Taylor-Johnson está bem, e seus diálogos pelo rádio conduzem bem a trama.

Nada essencial, mas pode ser uma boa opção pra quem curtir o estilo.

  • Facebook
  • Twitter

Preenchimento obrigatório *

*

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>